terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Ânimo

.................................................................

A incerteza apenas aumenta o medo que temos do futuro.
Conhecemos nosso limite, vivemos a nossa realidade, e cada vez que penso nisso encontro inúmeras dificuldades, algumas que talvez só eu veja e que me atormentam todas as noites quando vou dormir.
Luto contra a insônia em vão, acendo um cigarro e lamento a ausência de tudo que não tenho.
É estranho olhar para o espelho e não se ver, um fantasma sem sentimento, sem perspectiva de nada, vivendo um dia após o outro apenas por viver.
Como um cigano vaguei por terras desconhecidas, me conformando com tudo o que vinha a mim, me enganando.
Hoje vejo o quanto errei, mas quem pode julgar o que é certo ou errado quando se pensa estar fazendo o bem?
Às vezes o mundo parece desabar sobre nós, os sonhos somem, evaporam e nos vemos num labirinto sem saída, e nessas horas surgem forças que não imaginávamos que tínhamos e nos levantam, nos fazem crescer, nos colocam num estado melhor que antes.
Como uma fênix, ressurgimos das cinzas e voltamos a caminhar a passos largos, e o que tínhamos em mente, o que tínhamos de melhor fica evidente, assim como nossos anseios, então passamos a aspirar novos horizontes, amores, ideais... tudo novo para uma velha criatura que nem se reconhece ao olhar para trás, mas a incerteza... ah! a incerteza.
............................................................
............................................................
[Foto: Marina Cano]

5 comentários:

Ana disse...

A vida nua e crua,onde(re)surgimos a todo o momento,e é ao longo do nosso caminho e ultrapassando todas as adversidades que nos encontramos e(re)nascemos de novo para a vida e nos libertamos de todos os personagens que vamos encarnando vida fora..

Belo demais!!
Beijooo doce

Kênia Garcia disse...

Texto bastante sábio. Se há um lado ruim, tem de haver a revanche, mostrando a face de luz. Eu acredito nisso, nos dois lados, se não há motivos para sorrir hoje, haverá no amanhã motivos para sorrir sobre o "hoje".

Beijos!

LNeves disse...

Vais para os meus cantinhos de eleição...

***MUAH***

Karlinne disse...

Ânimo, amigo, olhar pra trás às vezes é um bom refúgio, mas nem sempre...

Não palavras bonitas. Não hoje.

Gostei muiiiito da foto, faz tempo que procuro uma de um arco-íris. É que estou esperando um faz tempo...

Ana disse...

Sabes... Identifiquei-me com este texto. Senti cada palavra cravada em mim num passado que vivi. Mas sim, sou uma fénix renascida... E, mesmo das cinzas, meu caro, podem surgir jardins imenso.

Dou-te uma gota de água mágica e uma semente do verbo acredita.

Beijo